A 4º E 5º REVOLUÇÕES INDUSTRIAIS: É PRECISO GERENCIAR OS RISCOS!

Segundo o autor do livro “A Quarta Revolução Industrial”, Klaus Schwab, “Estamos a bordo de uma revolução tecnológica que transformará fundamentalmente a forma como vivemos, trabalhamos e nos relacionamos. Em sua escala, alcance e complexidade, a transformação será diferente de qualquer coisa que o ser humano tenha experimentado antes”.
Isso significa que a quarta revolução industrial é promovida pela neurotecnologia e pela engenharia genética, traduzindo em uma linguagem menos técnica, pela robótica.

ONDE INVESTIR EM MOMENTOS DE CRISE?

Em momentos de crise e inflação alta, investimentos tradicionais como poupança, CDB’s e fundos de renda fixa de grandes bancos se tornam menos atraentes.

Os Bancos de primeira linha, os grandes bancos brasileiros, possuem menor risco de crédito que os bancos de segunda linha e, portanto, já que oferecem menos riscos, remuneram menos do que os bancos de segunda linha.

No entanto, o Fundo Garantidor de Crédito (FGC), que é uma forma de proteção oferecida pelo Governo Federal através do Banco Central do Brasil, de dar garantias ao investidor para pequenas quantias.